terça-feira, 5 de maio de 2009

instruções para abrir um potinho de iogurte

Podemos notar que sempre que compramos embalagens de iogurte, vêm, grudados, seis ou oito deles. Pois bem, o primeiro passo e mais sutil é desmembrá-los. Primeiro, o ideal é dobrar, como se faz com uma folha de papel, um par deles (eles vêm sempre em duas fileiras de 4 ou 3 potinhos; ou, se desejar, 3 ou 4 fileiras de 2 potinhos). Pronto, agora basta apenas quebrar a liga ao meio e teremos duas unidades de iogurtes, soltinhas para o principal: sacudir e depois abrir.

Para abrir o potinho, imagine que a tampa fina, mole e metalizada é uma casca de qualquer coisa. Caso o "abridor" roa as unhas, é bom pedir auxílio a quem não o faça, para conseguir puxar aquela pontinha, que nem sempre vem levantada. Tome muito cuidado nessa parte: caso a tampinha seja puxada com violência, corre o risco de rasgar e o trabalho deverá ser reiniciado em outra ponta.

Com delicadeza, tire toda a tampa metalizada prestando atenção á parte de dentro, que terá uma camada de iogurte grudada. Sem receio, lamba-a e a jogue fora no lixo reciclável. Agora, pegue uma colher e desfrute o seu iogurte! Como faz para comê-lo? ah, isso é tema para outro manual...

Deborah O'Lins de Barros

(inspirado em "Histórias de Cronópios e de Famas", de Julio Cortázar)

4 comentários:

Enzo Potel disse...

meu preferido é Instruções para chorar!

o blog ta lindo
bjones

Beato disse...

Gostei...

ô Deborah...

Posso usar esse teu texto numa aula minha?

beijo

Ricardo Steil disse...

Muito legal, Deborah.
Faz um post sobre Edgar Allan Poe, uma hora dessas.

Louis Alien disse...

heeeeey

curti muito o blogue... textos inocentes e otras cositas más HAHAHAHAH

seu amigo virou poeta alienígena...

visita meu brogui, hehehe